Você deixa Jesus reconstruir a sua família?

18 agosto 2017



Você deixa Jesus reconstruir a sua família?

Era pra ser harmonioso, um lugar de paz chamado lar, e o que vemos em algumas situações são lares conflituosos com muitas opiniões que se diferem onde a busca para ver quem esta com a razão superam qualquer tentativa de reconciliação.

O que era pra ser um refugio, virou um campo de guerra, palavras servindo como armas destruidoras e a indiferença tentando matar os sentimentos, e quem se importa? Quem está certo nessa batalha sem fim?

Muitos até se assustam com o cenário aqui descrito, imaginando um lugar quase impossível de se viver, mas infelizmente é a realidade de muitos, lares que estão sendo desolados por conta de relações desestruturadas.

E muitos que estão passando por essa situação tentam encontrar  culpados, erros e o porque de tantos conflitos, as vezes a conclusão que chegam é que o erro é do outro, até porque reconhecer a parcela de culpa não é uma das tarefas mais fáceis, tome cuidado, a busca incansável por culpados e a necessidade de se apontar os erros podem cegar, não deixando assim ver quais atitudes que de fato podem ser evitadas ou tomadas para se resolver o problema.

E eis que mediante ao caos surge uma atitude, talvez a mais comum, o distanciamento e ai o “bate boca” diminui dando lugar à indiferença, e ai, foi a melhor troca que você pode fazer?

Relações por si só são complicadas, e neste caso não estamos falando de uma relação qualquer, estamos falando de família.

Muitos não gostam de tocar no assunto, sentem como se estivessem expondo feridas até então escondidas, mas hoje vos convido a conversar com Jesus sobre este assunto, exponha as suas feridas para aquele que pode cura-las.

Além de curar as feridas o nosso Senhor Jesus tem poder de restaurar o seu relacionamento com a sua família, não naturalize a indiferença, não considere como normal, busca sempre a aproximação com os seus e neste caso, Jesus é especialista.

Busque olhar para si, e enxergar em você atitudes que possam ajudar no bom convívio, eu sei que é difícil olhar pra si, doe reconhecer que também erramos, e que cabe a nós ajudar a reverter esta situação que por muita das vezes aos nossos olhos não tem solução, e olha, por mais que possa não parecer, TEM SOLUÇÃO SIM.

Vejamos bem, existem conflitos causados por falta de sabedoria, eles estão se tornando muito comuns e desgastantes, devemos nos preocupar. Vou exemplificar com uma história fictícia.

“ – fulana(o) arrumou um namorado(A), e a primeira(o) conselheira(o) para ajudar a tomar esta atitude foi um(a) AMIGA(o), nem os pais e nem o Espírito Santo teve abertura para um palpite nesta decisão... fulana(o) apenas comunicou ‘estou namorando’ e ‘a vida é minha’, os pais não concordaram, resultado desta situação: desentendimento, conflito, desgaste... passou 3 meses e o fulana(o) arrumou um NOVO(a) namorado(a)”

FUJA DOS CONFLITOS CAUSADOS POR FALTA DE SABEDORIA E FALTA DE DIALOGO!

Uma amiga linda ( Tainá Brito ) me disse assim “Conselho de mãe é aviso de Deus”, e eu nunca me esqueci disso, e concordo com ela e com quem partilha deste mesmo pensamento, tenta enxergar em seus pais além da carcaça de ‘durões’,  vejam o quanto amigos eles podem ser,  você procura tanto um conselho com os amigos, e não está errado de se  aconselhar com eles, mas acaba deixando de escanteio pessoas que querem fazer parte da sua vida.

DE ABERTURA PARA QUE OS SEUS PAIS POSSAM PARTICIPAR DA SUA VIDA!

“Mas eu não sei como falar, minha mãe não me da liberdade”,“Meu pai é durão, não vai me entender, vai brigar comigo “.

Eu entendo, é complicado mesmo, mas tenta, desmistifica o achismo, você já tentou falar? já tentou se abrir? já tentou orar para que DEUS promova esse momento com uma relação de amizade, de cumplicidade entre pais e filhos?

Um recado para os filhos:
“Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é justo. Honra teu pai e tua mãe", este é o primeiro mandamento com promessa:para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra". Efésios 6:1-3

Um recado para os pais:
“Pais, não irritem seus filhos; antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor.” Efésios 6:4

Pais não são com gritos que se aconselha, não são com intolerâncias que se repreende e coloca limites, de abertura para que os seus filhos possam confiar, possam se abrir e encontrar em vocês o PORTO SEGURO que eles tanto precisam!

E para ambos, pais e filhos, quando pensares em discutir, lembrem-se:
“A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.”

Que Deus possa curar o lar de muitos, enchendo de paz e harmonia <3 p="">
“Agora que já se disse tudo, eis aqui a conclusão a que chegamos: ama reverentemente a Deus e obedece aos seus mandamentos; porquanto foi para isso que fomos criados.”
Eclesiastes 12-13

Que Deus vos abençoe!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.