O cristão e a sociedade

13 outubro 2017


Ser cristão, no sentido da palavra, é ser seguidor de Cristo. É seguir os passos de Cristo, seus conselhos, imitar suas atitudes e ser como Ele era. Ser cristão é muito mais do que ir à igreja no sábado de manhã ou no domingo à noite. É muito mais do que somente sair falando que é crente.
Quando carregamos o título de cristão em nossa vida, estamos falando para a sociedade que somos seguidores de cristo, ou seja, estamos dizendo que ajudamos as pessoas, levamos a palavra de Deus para as pessoas, saciamos a sede e a fome delas, auxiliamos elas em tudo que precisar, somente com a intenção de fazermos isso pelo amor de Deus.

Quando falamos para o mundo que somos cristãos, isso nos cria uma responsabilidade grande que exige muito cuidado e atenção! Responsabilidade essa que pode gerar grandes consequências em nossas vidas, sejam elas muito boas ou as piores possíveis. Precisamos estar alertas em relação a nossas atitudes e em nossas palavras, com quem nos relacionamos ou os lugares que frequentamos. Se não temos uma conduta correta em relação as nossas atitudes como cristãos, não estamos denegrindo somente a nossa imagem, mas sim a imagem da nossa comunidade, da igreja e de todos os cristãos do mundo e pior, estamos denegrindo a imagem do próprio Cristo.

Pense em todas as atitudes que você tem feito nos últimos dias. Elas têm refletido o caráter cristão? Uma pergunta que costumo fazer em situações de dúvida é: Como Jesus faria se estivesse nessa situação? Para responder essa pergunta, precisamos conhecer a Cristo, ler sobre quem Ele é e quais eram suas atitudes nas mais variadas situações.

Se por nossas atitudes, ajudamos outros na formação de bons princípios, aumentamos a sua capacidade de fazer o bem. Eles por sua vez, exercem a mesma influência sobre os outros e assim por diante, um ciclo infinito de boas práticas, abençoando a vida de milhares de pessoas. Assim como acontece quando jogamos uma pedra em um lago e as ondas vão se formando, uma com a outra até chegar na margem do lago. Todos são afetados com as nossas atitudes, sendo elas boas ou não.

“Quando os que dizem servir a Deus seguirem o exemplo de Cristo, praticando os princípios da lei em sua vida diária; quando todos os seus atos testemunharem de que amam a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, então, a igreja terá o poder de abalar o mundo”.


Esse texto possui citações de Ellen G. White – Parábolas de Jesus, páginas 339 e 340



Um comentário:

  1. Gostei muito da sua reflexão. Parabéns pelo post que demonstra a importância de termos uma postura de vida baseada bo amor e caridade.

    www.nandadefreitas.wordpress.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.